terça-feira, 14 de julho de 2009

Hepatites B e C atingem 6 milhões

Hepatite C

Vírus da Hepatite B



Hepatite A









Silenciosas e,muitas vezes assintomáticas,as hepatites(inflamação no fígado)B e C atingem pelos menos 6 milhões de brasileiros,segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde(OMS).O diagnóstico precoce é a melhor arma contra a doença,que,em estágio avançado,pode provocar graves problemas de saúde,como a cirrose hepática,e progredir até a morte.De 1996 a 2005,7.173 pessoas vítimas do tipo C perderam a vida,enquanto entre 2001 e 2007 o vírus B provocou a morte de 3.429.De 1999 a 2007,foram confirmados 107 mil casos do tipo B e 102 mil do vírus C.

Apesar da gravidade dos números,apenas 20,5 mil pacientes recebem o tratamento pelo Sistema Único de Saúde(SUS).A baixa adesão é justificada pelo não diagnóstico e pela necessidade de uma avaliação médica para iniciar a meditação.Não há dados consolidados sobre hepatite A,forma mais comum da enfermidade.As informações são do Ministério da Saúde,que realiza até 24 de maio a Semana de Luta contra as Hepatites Virais.

Enquanto a hepatite A é transmitida pelo vírus HIV,comuns em fezes e na boca de pessoas contaminadas,os tipos BeC são transmitidos pelo sangue."É preciso conscientizar a população sobre as formas de prevenção e diagnóstico precoce da doença.A hepatite B,por exemplo,pode ser transmitida em salões de beleza,dentro e em cirurgias.Os exames,que são realizados gratuitamente na rede pública de saúde,são importantes formas de evitar sérios problemas de saúde",afirma Ricardo Gadelha,coordenador do Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das de Hepatites Virais do Ministérios sa Saúde.

Somente com um dos fármacoso interferon-utilizado no trtamento da hepatite C, a pasta gastou gastou R$240 milhões em 2008.No ano anterior,foram destinados para a compra do mesmo remédio R$212 milhões,

"Como a compra das drogas utilizadas para combater o tipo B é descentralizada aos municípios e estados,não temos uma estimativa",diz Gadelha,lembrando que o ministério deve baixar nos próximos dias uma portaria com um novo protocolo clínico para a hepatite B."Como o tratamento estava desatualizado,vamos inserir novas e melhores drogas".

S U R P R E S A

Foi em agosto de 2005,recém-casada,que a bancária Ana Paula Barcellos,31 anos,descobriu ser portadora do vírus da hepatite C,genótipo 1,forma mais comum e resistente,O diagnóstico foi confirmado com surpresa."Tenho uma madrinha que tem a doença,mas nunca imaginei que pudesse ser portadora",diz,lembrando que a hepatite foi contraída durante uma transfusão de sangue,submetida quando tinha 8 anos,depois de uma cirurgia no pulmão."Foi desesperador,mas,apesar da doença,nunca fui tão feliz como agora.Décidi que vou viver e ser feliz."Ela iniciou o tratamento em novembro de 2008 e foi medicadas durante 27 semanas.Apesar de ainda não ter conseguido eliminar o vírus,ela não desanima,"Vou continuar lutando",diz Ana,que estendeu sua luta à internet.Ela criou,em abril,o blog Animando-C(http://www.animando-c.blogspot.com),com/ informações sobre a hepatite relatos pessoais.

D IS T R I S T O F E D E R A L

Inquérito de soro prevalência da Organização Pan-Americana da Saúde(Opas) e OMS revelou que no DF 1,03% da população(aproximadamente 25 mil pessoas)é portadora da hepatite C,enquanto o tipo B atinge 0,3% dos moradores(5 mil) da capital.Destas,apenas 192 pacientes recebem trtamento no DF,sendo 90(tipo B) e 102(tipo C)."Quem se submeteu a transfusão de sangue antes de 1993 e manteve relação sexual sem preservativo deve fazer o exame",orienta Sonia Geraldes,chefe do Núcleo de Hepatites Virais do DF.

A HEPATITE C

A hepatite é uma inflamação do fígado.Pode ser contraída por vírus ou por reações do corpo a substâncias como àlcool ou remédios.

Somente as hepatites as hepatites virais são transmitidas de uma pessoa para a outra.São elas:hepatites A,B,C,D e E.

Muitas pessoas pegam o VÍRUS da hepatite B ou C e,por ela se manifestar de forma silenciosa e assintomática,demoram anos para perceber que estão com algum problema.

Caso o vírus não seja eliminado pelo sistema de defesa do organismo,há grandes chances de em 20 ou 30 anos a doença se transformar numa cirrose e em câncer de fígado.

S I N T O M A S :

Os primeirtos sintomas da hepatite lembram os de uma gripe forte.A pessoa se sente cansada,meio tonta e com vontade de vomitar.

Algumas pessoas têm febre.

Dor na região do fígado também é um sintoma comum.

O corpo pode ficar amarelado,principalmente os olhos, a urina escura e as fezes brancas.

Quem recebeu transfusão de sangue ou transplante de órgãos antes de 1993 pode estar infectado com o vírus da hepatite C.

É preciso estar atento. Muitas vezes os sintomas são imperceptíveis e o paciente não sabe que está com a doença.Só com exames de sangue detalhados é possível saber se a pessoa está ou não com a doença.

COMO SE PREVENIR CONTRA HEPATITES B,C,D:

Não compartilhar agulhas e seringas;exigir material esterelizado ou descartável em serviços de saúde,nos salões de beleza e nas lojas de tatuagens e piercings;use sempre camizinha nas relaçoes sexuais.

O B S E R V A Ç Õ E S:

Se vc perceber qualquer um desses sintomas,ou tiver se exposto em algum momento de sua vida a algum risco,procure uma unidade do Sistema único de Saúde (SUS).O SUS oferece tratamento gratuito.Mais informações pelo Disque Saúde:Saúde:0800-61-1997.

Finalizando,7.173 pessoas morreram no BRASIL entre 2001 e 2007 devido ao vírus do tipo B.

Um comentário:

  1. FIQUE ESPERTO E CUIDE DE SUA SAÚDE;O BURRINHO OLHANDO PARA O PALÁCIO COMENTOU!

    ResponderExcluir